Setembro amarelo é uma campanha nacional contra a prevenção do suicídio, sendo assim, gostaríamos de compartilhar neste post informações sobre este assunto linkando com as atividades em altura, nosso ramo de atuação.

De acordo com a OMS, a cada 40 segundos uma pessoa morre por suícidio no mundo, informação que nos faz ser obrigados a compartilhar ainda mais sobre o assunto, para que seja ainda mais difundido. Pouco se ouve dizer sobre suícidio na área da construção civil ou indústria, já que é uma atividade muito marginalizada e carente de atenção por meio de profissionais.

Estes funcionários ainda possuem, por falta de uma conversa, treinamento, atenção, que assuntos como esses são bobeira, ou que nunca acontecerá na obra em que estão, porém, dados dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) informam que em primeiro lugar no ranking de mortes por suícidio estão indivíduos com emprego na agricultura, pesca e silvicultura têm as mais altas taxas de suicídio, seguido por aqueles que trabalham na construção civil.

“Pesquisadores analisam que as taxas de suicídio podem ser elevadas nessas ocupações por uma série de motivos, incluindo o isolamento relacionado com o trabalho, ambientes estressantes e desequilíbrio entre vida pessoal e profissional”. As atividades em altura se tornam ainda mais vulneráveis pelo fato de a pessoa estar suscetível a um ato impulsivo, são poucos dados sobre esse paralelo, mas considerando os dados da const. civil junto do que é desempenhado em uma montagem de andaimes, em um acesso por corda por exemplo, com certeza isso se agrava.

Desta forma, uma das únicas saídas que conseguimos ver para a prevenção é o engajamento em campanhas como esta do setembro amarelo, mas acima de tudo, um movimento dos empregadores para que seus funcionários estejam cientes sobre o assunto, que tenham abertura para falar, e que tenham estrutura e capacidade de atendimento para evitar este fim.

Deixar um comentário